Comic Con Experience | Foi Épico!

SITE_Template35

Caipirada na Capital

É bem por aí. Saímos do interiorzão paulista 6h00, pra tentar chegar no local do evento as 9h00. Não deu muito certo… e pra variar nos perdemos, entramos no rodoanel e passamos por TODA ABC PAULISTA, até chegar ao local, quase 10h00 da manhã! Ok, na sexta-feira, isto não se repetiu e fizemos o percurso na metade do tempo. Enfim, vamos ao que interessa.

Paramos o transito para tirar uma foto dessa galera ae! Shingeki no Adventure

Paramos o transito para tirar uma foto dessa galera ae! Shingeki no Adventure

Como a própria organização disse, a proporção tomada do evento era esperada para daqui 3 anos. Mas nem mesmo isso intimidou a turma do Omelete/Chiaroscuro e mandaram muito bem no espaço, horário e na bela escolha de atrações para o evento. A expectativa em se tornar o maior evento nerd/geek da América Latina se confirmou e reuniu mais de 80 mil pessoas nos quatro dias.

Com estes números, segundo o release oficial, a CCXP se tornou a maior primeira edição de um evento realizado no Brasil.

“Nosso objetivo é mostrar para o público e para as empresas que temos condições de ter um mercado profissional de cultura pop. Sempre fomos fãs dos eventos similares de outros países e queríamos que o Brasil tivesse a sua comic con. Conseguimos. O evento foi um sucesso”, afirmou Pierre Mantovani, sócio da CCXP durante a cerimônia de encerramento no auditório principal do evento.

A CCXP já tem data confirmada para 2015: será entre de 3 a 6 de dezembro.

Espaço

No mesmo local que é realizado o Festival do Japão, a Comic Con Experience ficou “limitada” ao espaço interno. Não leve isso como algo depreciativo, o local fechado é BEM GRANDE e foi muito bem ocupado pelos 70 expositores.

Sinceramente eu/nós e grande parte do público não imaginava a belezura da estrutura que viu por lá. Para quem foi no Brasil Games Show, dava pra ter mais ou menos uma noção. Estandes muito bem montados, altos e cada um com sua atividade exclusiva. O interessante é de que as empresas não se preocuparam em deixar apenas com as booth babes características: Se preocuparam em caracterizar e deixar as garotas mais próximas do universo exposto.

ccxp_evento-1

A pre-estreia mais aguardada do evento! #hobbit

Painéis

Esperamos estar com uma equipe maior em 2015. Afinal, ficou o #FRANJA na Artists Alley e eu #BELLAN bizoiando o evento e tirando foto dos cosplays. Como a quantidade de atrações e atividades era gigantesca, foram dois painéis que acompanhamos: Édgar Vivar e Sean Astin!

Mas mesmo antes destes começarem no primeiro dia do evento (dia 4, quinta-feira), fomos apresentados ao trailer de Saint Seiya: Soul of Gold na íntegra e com exclusividade no ocidente. *Já está oficialmente liberado e com qualidade HD, você confere AQUI*.

Édgar Vivar
Um dos painéis mais emocionantes do evento, já que não fazia muitos dias que Bolaños (O Chaves) havia falecido. Em meio a homenagens e um pouco da história de vida do Sr. Barriga, o que chamou a atenção foi um vídeo de bastidores, feita com uma Super 8. Outro destaque do painel foi com uma pergunta de alguém do auditório quanto: “O elenco do Chaves viajava toda América, mas nunca veio ao Brasil. Porquê?” Por causa do idioma. O elenco não falava português e Bolaños não queria dublagem ou  tradução. :/

Sean Astin
“Goonies Never Say Die!” Diferente do painel que rolou no sábado com Brad Dourif (Língua de Cobra), este aqui foi mais sobre a carreira de Sean. Mas claro, ele também revelou algumas coisas bem interessantes sobre como trabalhar com Peter Jackson e com todo elenco de O Senhor dos Aneis. O ponto alto do painel foi o juramento Goonie#BELLAN chorou aqui 😥 – e de revelar que Goonies 2 vai rolar nas telonas! *-* Até sugeriu que fosse rodado aqui no Brasil, na Amazônia! haha

Business Summit

Lembrando que nossa cobertura foi nos dois primeiros dias de CCXP (Quinta e Sexta), o #BELLAN deixou a sexta-feira separada para curtir o bate papo “empresarial” do evento. Confesso que gostaria de ter me dividido em 4, para curtir TUDO que havia no evento, já que passaria o dia todo por aqui. Entre os mais focados na parte do marketing e produção de conteúdo, um que marcou e chamou a atenção foi o ‘A Indústria Brasileira de Games’. 

Ao contrário do que se pensa, a indústria gamistica no Brasil ainda engatinha. Enquanto o mercado de consumidor aqui é um dos maiores do mundo, o de desenvolvimento ainda carece em muitos aspectos. A falta de interesse, investimento governamental ou mesmo na má administração das empresas de games, mantém o Brasil bem atrás dos polos mundiais. Porém, este cenário pode mudar nos próximos anos com a pesquisa da POLI/USP – e outras universidades – e que em conjunto à Abragames,  visam fomentar e organizar todo o nosso cenário de desenvolvimento de games.

A Experiência 

Uma coisa em comum com todos que entravam no local: Qual era a primeira coisa que chamava a atenção? As Armaduras em tamanho real da Tamashii Nation!

Foi muito gratificante ver miniaturas e figures que normalmente vemos só pela internet. Além das dezenas de Saint Seiya, Dragon Ball e One Piece, tinha do nosso querido Jaspion + Macgaren, universo CLAMP e com uma exposição abrangendo desde Sailor Moon até os mais novos sucessos como Shingeki no Kyojin e No Game No Life.

Já dito anteriormente e reforçando: Havia muita coisa pra fazer por lá. Cada estande, expositor dava aquela experiência do “algo a mais”. Desde pré-estreias e trailers exclusivos, bonecos e itens que você só encontraria por lá, fazendo você querer voltar no outro dia pra aproveitar o que não conseguiu, principalmente quem estava querendo comprar algumas HQ’s e Mangás.

Alguns itens adquiridos pelo #FRANJA

Alguns itens adquiridos pelo #FRANJA

Área de alimentação foi interessante, por dois motivos: Podia encontrar não só Fast-Foods, mas como uma steak house e uns três Food Trucks. Pra muierada que curte doce, havia algumas barraquinhas por lá também! 😀 O segundo motivo é quanto a ambientação. Não sei porquê raios, o tema era Dinossauro. Enfim, havia algumas decorações, alguns dinos – no estande da Omelete também – e áreas montadas com base em ecossistemas. Até aí ok. Mas o mais interessante é que a VOZ do evento era de Wendel Bezerra, como GOKU!

Ou seja, Dino + Goku, me senti no universo Dragon Ball. *Ok, não sei se alguém foi tão longe assim :P* Mas voltando ao “Goku”, ele falava coisas como: “Não corra pelo evento.” Poxa, aí você ta lá comento de boa, e ouve e né? Como não respeitar, é o Goku cara! 

E falando em desenho, 218 quadrinistas/ilustradores estavam por lá, inclusive o #FRANJA lançando Frank Dead. A lista com todos eles, você confere por AQUI. Dava pra ficar perdido naquele mundarel de artistas… O #BELLAN está eternamente grato em ter encontrado Don Rosa ❤ *lágrimas*

don rosa

Eu e Don Rosa (esquerda) – Criador de ‘Saga do Tio Patinhas’

E quanto aos cosplays? Local totalmente climatizado – alguns momentos dos painéis e pela noite, estavam bem frios o.o’ – o que possibilitou um agradável feeling pra galera que se caracteriza com costumes bem quentes. Quanto a quantidade, quinta e sexta havia uma quantidade considerável – postamos a cobertura AQUI – mas pra quem pode comparecer no sábado e domingo, pode curtir o ápice do evento neste aspecto. O vídeo que a galera do ANIMAFF fez ficou muito bacana, curta só:

Foi Épico?

Com certeza sim e creio que para a organização também. Com 13 anos curtindo centenas de eventos, nunca teve algo do naipe CCXP por aqui. Se a tendência é sempre melhorar, não dá nem pra imaginar o que vem por aí no ano que vem. Como a Yamato vê isso com seu Brasil Comic Con? Esperamos que as datas agora sejam resolvidas, não próximas e de que o foco de cada uma seja bem diferente.

Se há algum contra? Talvez melhorar a qualidade sonora/acústica dos painéis. Ora estavam baixos demais. Porém, se colocassem num volume alto, atrapalhava as palestras no auditório Business Summit.  De resto, foi FODA! \m/

Bom, para não estender muito, tentamos explorar alguns pontos por lá. Mas lembrando que tinha MUITA coisa! Hollywood Treasure, LOLzinho pra galera, youtubers andando na boa por lá – e o MUCA agitando como sempre – galera da época Dragão Brasil lá na Devir, Turma da Mônica representou e muito no evento. Enfim… Se for o caso, traremos uma pauta mais específica sobre alguma atração de lá 😉

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Eventos, Matérias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s