A Encadernação Japonesa

SITE_Template35

Já avisando que não é um tutorial ou DIY da vida. Esta matéria é apenas uma apresentação desta técnica japonesa de encadernação. *E claro, isto não quer dizer que não faríamos num futuro. Quem sabe!

História

Sabemos que o processo de expressão gráfica já data da época das cavernas, passando pela argila e pela tábua de madeira. Foi só 2.200 A.C. que o papiro começou a ser confeccionado e quando atingia uma grande quantidade de palavras ou folhas gigantes, passou a ser cortado ou dobrado e assim costurados numa sequência de leitura. Basicamente, daí que surgiu as primeiras encadernações.

Pelo fato do papiro ser muito grosso e de difícil manuseio, a China no século II começou a produzir papel de fibra de cânhamo, o que possibilitou um grande salto para a escrita a partir desta época. Com isso, por inúmeros motivos a técnica foi parar no Japão que também se desenvolveu de forma própria. Na verdade, o que diferencia a técnica chinesa e japonesa realmente, é quanto a distância dos furos da amarração.

Técnica

A encadernação japonesa se diferencia pois não utiliza da cola. O que acontece é que o processo de costura das folhas é com costura, seja de fios ou com barbantes. Outra coisa interessante é que você pode fazer de boa em casa sem nenhum material especial.

O básico é que, depois das folhas estarem fixadas com um furador comum – normalmente são quatro furos – basta anexar a capa e contra capa e fazer o processo de costura/amarração. Um detalhe é de que, ao contrário da encadernação comum, onde as folhas estão blocadas, a encadernação japonesa utiliza-se apenas de TODAS as folhas soltas.

Prática

O diferencial desta técnica é de que a confecção e customização é abrangente. São diversos tipos de amarras que você pode estar fazendo, além de que as capas podem ser feitas da forma que você quiser. Para quem se preocupa com a durabilidade, ela não perde em nada para a espiral comum, e muitas vezes se, feita com dedicação e cuidado, pode durar muito mais tempo. Para quem procura um caderno, bloquinho de notas ou até mesmo um álbum de fotografia, esta técnica mais “artesanal” vai dar um toque especial para seu objeto.

Se interessou? 
Recentemente a Associação Brasileira de Encadernação e Restauro ofereceu um curso bem interessante. Para você de São Paulo capital, pode tentar numa próxima vez, AQUI.

Para você que já quer arriscar, há diversos vídeos e tutoriais nas interwebs. E há este exemple simples e bacanudo para você começar a colocar em prática!

encadernacao-japonesa

Alguns exemplos podem ser vistos logo abaixo:

Os furos e amarras podem ser feitos de uma forma mais simples.

Os furos e amarras podem ser feitos de uma forma mais simples. (Imagem Fonte)

(Imagem Fonte)

Pode-se utilizar objetos para o adorno. Isto varia de seu objetivo e tema da sua customização.

(Imagem Fonte)

(Imagem Fonte)

As amarras podem adquirir desenhos mais complexos. Só adquirir mais prática!

Imagem Fonte

(Imagem Fonte)

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Curiosidades, Matérias

Uma resposta para “A Encadernação Japonesa

  1. JMB

    Acho que alguns títulos de luxo (sobretudo aqueles clássicos sensacionais e que duas pessoas compram @_@) deveriam ser encadernados dessa forma (NewPOP, se quiser fazer Don Drácula assim, fica a dica! XD).

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s