Dragon Ball Super | Primeiro Gole (Anime)

SITE_Template35

Tudo bem que estávamos numa fase de retornos e remakes de gloriosas séries dos anos 80 e 90. Tivemos as duas “temporadas” de Kai e a TOEI ANIMATION mandou uma grata surpresa pós a saga de Majin Boo: Teríamos um novíssimo anime de Dragon Ball, depois de quase 18 anos pós-GT.

Já falamos um pouquinho sobre o mangá lançado pela V-Jump – veja AQUI – e a animação de Dragon Ball Super consegue ser tão interessante e ainda mais complementar do que lemos por lá – pelo menos, foi a sensação e comparação entre o episódio animado e ilustrado.

Imagem Divulgação

Imagem Divulgação

O Homem Mais Forte do Mundo!

Ele retornou, Mr. Satan ganhou toda a fama por ter acabado com Majin Boo e até conseguiu uma coletiva de imprensa pra contar mentir um pouquinho dos seus feitos contra o grande vilão rosa. É aí que temos em outro núcleo, o Ser Mais Forte do Universo, Goku… trabalhando na roça pra ajudar em casa.

Tudo isso aconteceu pois, Goten, seu segundo filho e mais novo, precisa de material didático bom e claro, pagar a mensalidade da escola. ChiChi não quer saber de Goku salvando a Terra ou treinando por aí: Ela quer comida comida e educação em casa!

Além deste lado mais campestre do episódio, temos uma abordagem dos vilões Whiz e Bills em uma galáxia bem distante, oprimindo pobres confeiteiros e claro, destruindo planetas. Lembrando, que cronologicamente, a série começou antes do filme A Batalha dos Deuses.

Nostalgia

Na verdade, se você acompanhou o mangá e quer um “algo a mais” na série, não se preocupe: Por ora, a animação está mais completinha e nem dá pra considerar fillers, de fato. Uma que o plotzinho onde Goten e Trunks tentam encontrar um presente de casamento para Gohan e Videl, foi a parte mais engraçada e “oldschool” deste episódio. Se a dúvida de que teríamos as piadas cafonas e aquele humor bem característico do Toriyama de ser, pode ficar sossegado que está tudo presente aí!

Na questão técnica não tem muito o que falar da Toei Animation. Ela sempre segue seu padrãozinho arroz com feijão e que diga-se de passagem, está de grande tamanho para o Dragon Ball. Na verdade, esse ar mais “simplório”, de “cidades capsulas” e regiões “canyon”, são as principais marcas dos cenários da franquia.

Imagem Divulgação

Imagem Divulgação

Vamos Desvendar!

Tivemos um pouquinho de tudo neste primeiro episódio. Já apareceram trocentos personagens – calma, logo tem Vegeta – e falta mais um tantão para aparecer não é? Deu até tempo de ter um Mestre Kame pastelão e querendo tirar vantagem da ChiChi.

Quanto ao “o que esperar?” daqui pra frente, fica complicado. Se a Toei + Toriyama conseguirem unir aquele clima Aventura + Humor com as lutas de DBZ, podemos ter uma animação divertida e fácil de acompanhar. Quanto a incoerência? Tudo bem, já acostumamos com isso. Outra questão que poderiam investir é de trabalhar com personagens que acabaram ficando de fora ou “jogados” em DBZ – principalmente pós-Freeza – e reforçando: O plotzinho Goten + Trunks foi divertido, pode ter mais deste tipo SIM!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Análises, Mangá/Anime, Notícias, Primeiro Gole

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s